Confira!

"Esta coletânea, ganhadora do Prêmio Bram Stoker, consagrou Joe Hill como u novo mestre do horror, abrindo as portas para a publicação de sua primeira ficção, A Estrada da Noite. Em 17 contos, o autor passeia por todas as vertentes de terror: do sobrenatural ao suspense, do trhiller à fantasia. Com o texto ágil, repleto de referências culturais, este livro tem o poder de suscitar sentimentos opostos, fazendo com que o leitor fique ao mesmo tempo aterrorizado com o rumo da história e empolgado com o ritmo da narrativa. Em cada conto, por meio de cada personagem - um adorável menino inflável; o filho de Van Helsing; um garoto sequestrado que recebe ligações de um morto; um editor que se vê dentro de um conto de terror; um dono de cinema que se apaixona por um fantasma -, Hill dá vida aos nossos piores pesadelos, nos levando a refletir sobre as atrocidades de que o ser humano é capaz. Profundos, tocantes e perturbadores, os contos reunidos nesta coletânea permanecem vivos na mente do leitor até muito tempo depois de ele fechar o livro."

Autor: Joe Hill
ISBN: 978-85-99296-29-5

Nesta incrível reunião de contos do americano Joe Hill, duas vezes premiado por seus trabalhos, o leitor tem acesso ao mundo do inesperado. Mesmo quando acredita-se que a história está se desfiando pelo lado mais previsível, ele ainda é capaz de nos surpreender com o contrário, ou mesmo com algo que esteja fora de questão, além das expectativas. Não que todos os contos sejam de arrepiar os pelos da nuca - apenas fazer isto, como se fosse o único objetivo de um livro de terror, não seria o bastante. Ao contrário do que se imagina, alguns dos contos aqui apresentados estão entre o drama e o suspense, com algumas partes arrepiantes ou perturbadoras, é claro, mas sempre com muita sensibilidade.
Em Último Suspiro, nos deparamos com a visita de uma família a um museu que expõe, nada mais mais nada menos, que os últimos suspiros de pessoas que morreram; Pop Art, talvez o mais sensível de todos, apresenta a difícil vida de um garoto inflável como um balão; em A Máscara do meu pai, um garoto de treze anos se vê enredado numa perturbadora situação criada por sua mãe, sem saber muito bem o que faz parte de uma mera brincadeira, e o que é realidade; o conto que dá nome ao livro, Fantasma do Século XX, nos apresenta um homem apaixonado pelo fantasma de uma garota que assombra seu cinema; Internação Voluntária, provavelmente aquele que mais me tocou (ainda estou me desligando da história recém-lida), um homem conta através de lembranças a história do desaparecimento de seu irmão que tinha uma deficiência mental, e que parece ter causado, anos atrás, o sumiço de seu amigo.

"Seu escritor preferido era Kafka - porque ele compreendia o absurdo.
O meu era Malamud - porque ele compreendia a solidão."

Através dessas histórias Joe Hill alcança com êxito o objetivo de um contista: tocar seu leitor sendo breve, desenvolvendo os personagens, mas sem alongar-se muito, revelando-lhe os fatos, e ao mesmo tempo assombrando-o com aquilo que não diz.
Algumas dessas narrativas são, de fato, assustadoras, como Os Meninos de Abraham, ou o conto que inaugura o volume com honra, O Melhor do Novo Horror. Enquanto isso, outros são insólitos, mas nem por isso fáceis de largar; alguns, ainda, possuem tanto sentimento entre as linhas, que seria impossível não se imaginar na pele dos personagens.
Para os apreciadores de contos, ou para quem está procurando por algo novo, surpreendente, Fantasmas do Século XX não deixa dúvidas quanto ao fato de ser uma boa escolha.

Por: Lethycia Dias

2 Comentários

  1. Excelente resenha Lethycia! Eu senti tudo isso e mais um pouco lendo essas histórias criados pelo Joe. Ele certamente é um dos meus autores favoritos.
    Adorei o seu blog e já estou seguindo. Obrigado pela indicação.
    Abração


    Leitor Noturno e Coisas de Um Leitor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Matheus! Vi que você também resenhou esse livro, mas não li sua resenha (fiquei mais concentrada em ler as resenhas outros títulos que me chamaram a atenção). Acho que essa resenha foi um pouco superficial, porque na época eu ainda era bem iniciante com o blog. Mas fico feliz que tenha gostado. Também adorei seu blog. Obrigada pela visita e pelo comentário!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Entre em contato conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Veja quem me segue:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...