Confira!

Conforme afirmei numa postagem anterior, o Soneto é um dos textos do gênero lírico, e pode-se dizer que é o único que é escrito até hoje, sendo considerado uma das formas mais clássicas de se escrever poesia. Por terem sido abandonados na literatura, os outros poemas do gênero lírico não serão aqui descritos. Agora, conheceremos um pouco mais sobre o soneto, indo além da breve explicação oferecida no post anterior.

Para começar, creio que podemos esclarecer a origem do termo soneto: é uma palavra de origem italiana e significa "pequena canção", ou ainda "pequeno som". Existem divergências quanto à sua origem, mas alguns estudiosos atribuem sua criação ao humanista florentino Francesco Petrarca que viveu no século XIV, embora também haja afirmações de que o soneto já era escrito um século antes, por Giácomo de Lentino (1210 - 1260). As controvérsias são muitas, e é possível que os nomes conhecidos tenham aperfeiçoados formas populares de poesia, bem como também é possível que seu criador seja completamente anônimo.
Um segundo ponto importante é sua estrutura. Sua forma mais conhecida hoje em dia é aquela que compreende 14 versos, sendo divididos em dois quartetos (estrofes de 4 versos) e dois tercetos (estrofes de 3 versos). Este é o soneto italiano.


"Amor é fogo que arde sem se ver", de Luís de Camões.
Estrutura do Soneto mais conhecida atualmente. 14 versos; 2 quartetos, 2 tercetos.

Outras formas, entretanto, predominaram em outros tempos. São elas:
  • Soneto inglês ou Shakespeariano: é formado por três quartetos e um dístico, isto é, uma estrofe de 2 versos;
  • Soneto monostrófico: apenas uma estrofe de 14 versos.
Sendo uma composição clássica, o soneto manteve uma característica marcante que é comum a todas as formas antigas: a métrica. Antigamente, ao escrever, os poetas observavam com muita atenção o número de sílabas poéticas em seus versos. Nas formas clássicas, todos os versos precisavam ter a mesma quantidade de sílabas, o que tornava a escrita mais complicada, mas ao mesmo tempo influenciava muito no ritmo do poema. No soneto, a métrica é fundamental para a manutenção do ritmo, e é ela que confere maior beleza às rimas. A maioria dos sonetos é escrita em versos decassílabos, ou seja, versos com 10 sílabas poéticas. Outros, ainda, podem conter 12. São os versos dodecassílabos, ou alexandrinos.

Podendo variar quanto à estrutura e à métrica, pode variar também quanto ao posicionamento das rimas, que pode ser bem classificado nos quartetos:
  • Rimas entrelaçadas: o primeiro verso rima com quarto, e o segundo com o terceiro (ABBA);
  • Rimas alternadas: o primeiro verso rima com o terceiro, e o segundo com o quarto (ABAB);
  • Rimas emparelhadas: o primeiro verso rima com o segundo, e o terceiro com o quarto (AABB).
Exemplo de poema com rimas entrelaçadas (ABBA).
Exemplo de poema com rimas alternadas (ABAB).

Exemplo de poema com rimas emparelhadas (AABB).

Outras características podem ser também importantes, mas essas são as mais notáveis.
O Soneto foi predominante durante a época do Renascimento, e ao longo do tempo, teve sua popularidade maior ou menor em vários períodos literários. Foi muito utilizado no Simbolismo, que cultuava a forma clássica, por exemplo; assim como retornou na obra de um poeta modernista, Vinícius de Moraes, que escreveu muitos sonetos. Alguns grandes sonetistas da Língua Portuguesa foram Luís de Camões, Augusto dos Anjos, Gregório de Matos e Olavo Bilac, além do próprio Vinícius de Moraes.

A seguir, conheça alguns sonetos famosos:


Clique na imagem para ampliá-la.

Clique na imagem para ampliá-la.


Clique na imagem para ampliá-la.

Por: Lethycia Dias

Referências bibliográficas:
SANTIAGO, Emerson. Soneto. Disponível em: <http://www.infoescola.com/literatura/soneto/>. Acesso em: 05/07/2015.
WIKIPÉDIA. Soneto. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Soneto>. Acesso em: 05/07/2015.
SANTIAGO, Emerson. Métrica na poesia. Disponível em: <http://www.infoescola.com/literatura/metricas-na-poesia/>, Acesso em: 05/07/2015.

Deixe um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Entre em contato conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Veja quem me segue:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...