Confira!

"Mestre inconteste do terror e do suspense, Edgar Allan Poe foi precursor da literatura de mistério e poeta admirado por Baudelaire. Neste livro, estão alguns de seus contos mais conhecidos, obras que marcaram profundamente a literatura ocidental. É o caso de 'O gato preto', a tenebrosa história de um assassinato malogrado, ou de 'O poço e o pêndulo', que apresenta uma visão macabra da ansiedade da morte. Pioneiro dos contos de mistério, como 'A carta roubada' e o 'O escaravelho de ouro', Poe deu a seus personagens notável profundidade psicológica. Usando de diversos artifícios narrativos inovadores, criava climas e situações aterrorizantes."

Autor: Edgar Allan Poe
Gênero: Contos
Número de páginas: 269
Local e data de publicação: São Paulo, 2008
Seleção e tradução: José Paulo Paes
Editora: Companhia das Letras
*Edição de bolso

Agonia e angústia

Aclamado como o mestre do mistério, do terror e do suspense, Edgar Allan Poe é um dos escritores que mais admiro desde que um dia, lendo uma antologia de contos, me deparei com sua genial história A carta roubada. A partir dali, minha curiosidade sobre Poe cresceu cada vez mais, e sempre que eu me encontrava outro conto dele em alguma antologia, já me sentia ansiosa para ler. E mesmo assim, somente depois de anos é que fui me aventurar a ler um livro dele.
O exemplar de Histórias Extraordinárias fez parte do meu presente de aniversário, e tenho que agradecer mais uma vez ao meu namorado pela escolha. Quando comecei a ler, eu já estava envolvida no desafio literário 12 meses de Poe, e aliás, o presente e a minha participação no desafio foram uma grande coincidência. Saindo de um livro humorístico, não pensei duas vezes antes de mergulhar direto na leitura de histórias que eu já esperava que fossem macabras, impactantes e perturbadoras. E não me arrependi nem um pouco!
Nos 18 contos selecionados por José Paulo Paes para esse livro, é possível conhecer um pouco a escrita e a temática de Edgar Allan Poe. Os temas vão desde a perda da mulher amada e inalcançável, até o caráter exótico das descobertas arqueológicas, passando também pela rebelião cômica dos internos de um manicômio, e pelo horror da Morte que invade um baile de máscaras. Entre os selecionados estão alguns dos títulos mais conhecidos de Poe: A carta roubada, O gato preto, O poço e o pêndulo e O escaravelho de ouro.
Sendo a primeira vez que eu lia histórias de Poe agrupadas num mesmo volume, essa leitura foi muito importante para mim, e procurei apreciar o livro no meu próprio ritmo, sem ir com muita sede, e sem me demorar demais. Foi uma experiência incrível, pois eu não estava preparada para lidar com a versatilidade do autor, e nem para a as impressões que cada história me causaria. Eu imaginava, é claro, ficar um tanto perturbada pelas descrições de assassinatos, vinganças e torturas, mas o livro foi muito mais do que isso.
As incríveis explicações lógicas e científicas de A carta roubada e O escaravelho de ouro contrastam com o humor sutil de O sistema do doutor Alcatrão e do professor Pena, e de O diabo no campanário, nos quais a trama é constituída de forma inusitada, quase impensável para quem está acostumado ao  horror.

"Odiava-a com ódio demoníaco, desumano.
Minha memória voltava (oh, com que pesar intenso!) a Ligeia,
a bem-amada, a augusta, a bela, a sepultada.
Deleitava-se na lembrança de sua pureza, de seu saber,
de sua natureza etérea e superior, de seu amor apaixonado e ardente."
Ligeia - página 22.

Por ser uma edição de bolso, o livro é pequeno e leve, com páginas amareladas e finas, porém o tamanho das letras não me incomodou. Os contos variam bastante em tamanho: enquanto Sombra - uma parábola tem apenas 3 páginas, O escaravelho de ouro tem 38. Algumas das narrativas são bem intensas, e já são iniciadas com suspense e mistério, prendendo o leitor (O barril de Amontilado, O coração delator), enquanto outros demoram para chegar àquele ponto em que nossa atenção é despertada para o acontecimento mais importante (O poço e o pêndulo).
Um ponto me chamou bastante atenção, e fiquei observando para ter certeza do que estava percebendo: todos os contos são escritos em primeira pessoa. Como eu já disse em outra resenha aqui no blog, eu fico muito admirada com a habilidade de alguns escritores para a narração em primeira pessoa; sempre que tento fazer isso, acho que os personagens não estão profundos o suficiente para convencer o leitor.
Clique na imagem para ampliá-la.
Cartaz do filme "O Corvo".
Fonte: Reprodução. Adoro Cinema.
Também percebi que o narrador-personagem não se identifica, exceto em William Wilson (desde  que você considere um nome falso como identificação).
Pouco antes de começar a leitura, eu havia assistido ao filme O Corvo (2012), em que Edgar Allan Poe é interpretado por John Cusack, em Baltimore, cidade onde ele viveu seus últimos dias. Na trama, um serial killer mata pessoas recriando cenas dos contos de Poe, e o escritor é chamado pela polícia para colaborar na investigação e desvendar os enigmas criados pelo assassino. Durante a leitura, identifiquei com facilidade alguns dos contos citados no filme.
Como coletânea de contos, a leitura pode ser feita pela ordem correta, ou ao acaso. Eu, por costume, prefiro ler todos na ordem em que nos são apresentados, mas sei que outras pessoas têm hábitos diferentes. Indico esse livro para aqueles que gostam de contos, aqueles que gostam de literatura de terror e horror, e também para os que pretendem conhecer a obra de Poe, ou que já o admiram.

Aspectos positivos: seleção de histórias com diferentes temáticas; informações sobre o ano de publicação de cada conto e o nome original em inglês; preservação da linguagem da época.
Aspectos negativos: ausência de notas de rodapé explicando referências feitas pelo autor, cuja compreensão exige pesquisas.

2 Comentários

  1. Oiiiii, tudo bem??? Nunca li nada do autor, acredita??? Mas morro de vontade de ler. E pretendo fazer isto ainda esse ano <3 Estou com um projeto pessoal de ler livros de grandes autores. E Poe faz parte dos autores a serem lidos :)
    E com a sua resenha só fiquei com mais vontade ainda de conhecer o trabalho do autor. Fico feliz que tenha gostado do livro =D
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério, jura? Leia sim, não perca tempo! Eu era doida pra conhecer melhor a obra dele, e só com esse livro, já gostei muito. Ta rolando um desafio literário muito legal, chamado #12mesesdePoe, de leitura coletiva de contos. A cada mês, um conto lido, e todos podem ser encontrados na internet. Eu to participando, e ta sendo super legal, é uma boa oportunidade de conhecer.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Entre em contato conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Veja quem me segue:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...