Confira!


Quem é que nunca passou por isso? O livro pode ser pouco volumoso, com temática interessante, linguagem fácil, mas por algum motivo de vez em quando acabamos nos demorando na leitura. E você pode até estar gostando da história em questão, mas fica impaciente com a demora, pensando em todos os outros livros que te aguardam. Afinal, é um só um livrinho com menos de 200 páginas, qual o motivo de tanta enrolação?



Eu me senti mais ou menos assim duas vezes entre o fim do ano passo e o início desse ano, quando li dois livros relativamente curtos e de fácil leitura, mas acabei demorando bastante com ambos, o que me deixou um pouco frustrada. Imaginem a situação:
Eu estava de férias na faculdade, era o período que tinha para aproveitar meus dias ao máximo. É claro que eu planejava também me dedicar bastante ao blog, e assistir a muitos filmes e séries (afinal, havia acabado de assinar Netflix), mas sentia que estava aproveitando meu tempo com tudo, menos com a leitura.
Provavelmente eu posso ter me empolgado muito com a onda de filmes e séries. Afinal, se durante anos você só tinha TV a cabo, com sua programação duvidosa, e até ficava entediada por não ter nada para fazer nos fins de semana... E de repente troca isso por um serviço que te oferece uma grande quantidade de conteúdos de qualidade muito superior, à sua disposição na hora que você quiser.
Eu também queria fazer coisas legais no blog. Tinha acabado de mudar o layout do blog, e estava começando a notar um grande aumento no número de acessos, além do carinho dos leitores, que começaram a comentar com mais frequência do que antes. Como o excesso de obrigações da faculdade chega a me prejudicar u pouco com o blog, eu pensava bastante em usar aquele tempinho extra para produzir muito.
Ok, eu andava bem ocupada.
Mas mesmo quando parava um pouco com todas essas coisas divertidas e sentava para ler, acabava passando só algumas páginas e logo parava para fazer outra coisa. Aí estava o problema.
Não sei explicar por que isso aconteceu, mas tenho uma reflexão interessante sobre isso.

É bem provável que você tenha demorado um bom tempo com o primeiro livro de 200 páginas que leu. Aquele primeiro de todos, antes de você virar um leitor super apaixonado viciado em páginas. Depois de um tempo, você começou a ler com frequência, sempre procurando coisas novas e interessantes. Conforme foi melhorando sua leitura e explorando esse universo literário maravilhoso, você começou a se surpreender. Pegou um livro tão incrível, que não queria largar e terminou no dia seguinte! E vez ou outra, isso se repetiu e você começou a se convencer de que era capaz de ler rápido, se tornou um leitor ágil e poderia ler grande número de livros por ano. Quanto mais melhor, não é mesmo?
Essas coisas ficam internalizadas na nossa mente. Nós nos convencemos de que terminar logo é bom, para podermos começar o próximo. Mas onde fica aquele prazer pela leitura? Onde ficam as descobertas, os encantamentos?
Eu me lembro de um tempo em que lia tudo o que podia, sem me importar muito com prazos, número de páginas, interrupções, etc. Virar blogueira me fez ficar preocupada com isso. Terminar rápido demais se tornou incômodo, e terminar devagar demais também, e não deveria ser assim.
Tenho certa dificuldade em conciliar esse pensamento, e confesso que ficava meio triste em olhar minha lista de 2016 e ver apenas uns 4 títulos. Mas depois pensei: poderia ser pior! Eu poderia não estar lendo nada!
Essa é uma reflexão pessoal. Decidi encarar as coisas desse jeito.

Mas e quanto à leitura arrastada? Aquela que leva muito tempo, sem que haja uma explicação aparente para isso?

Talvez outros leitores prefiram abandonar o livro quando isso acontece, mesmo que estejam gostando da leitura. Eu tenho uma decisão quase permanente de não desistir, como falei em um post anterior. Mas acho interessante pensarmos sobre os motivos de continuar ou não a leitura do livro. Na tentativa de ajudar, elaborei algumas perguntas para que pudéssemos pensar a respeito:
  1. Você começou a ler esse livro para sua própria diversão, ou trata-se de uma leitura obrigatória?
  2. Seu interesse pela leitura é o mesmo que você tinha antes de começar a ler?
  3. Você tem expectativas sobre a leitura?
  4. Você já leu outro livro do mesmo autor, e espera gostar desse?
  5. Você costuma abandonar livros com frequência?
São cinco perguntas bem simples. Mas dependendo das suas respostas, creio que será mais fácil pensar no que fazer a seguir. Talvez seja melhor marcar a página e devolver o livro à estante, começar outro, para depois retomar a leitura antiga ou começá-la de novo. Fazendo isso, talvez você sinta falta do livro antigo, e quando retomá-lo, pode se empolgar mais do que antes.
E se você for uma pessoa insistente como eu, talvez o melhor seja mesmo tentar persistir. A ideia de que vai encontrar algo surpreendente no prosseguir da história pode te trazer muitas boas descobertas!
Enfim, acho que não existe uma fórmula mágica para evitar que a leitura se arraste, ou para fazer a leitura terminar logo. Acho que talvez seja uma daquelas coisas que nós decidimos por nós meses, e que acontece de forma diferente para cada um. O que você acha?

Por: Lethycia Dias

8 Comentários

  1. Me senti exatamente assim nas férias. Fazia tanto tempo que eu não tinha férias de verdade, sem ter que me preocupar com nada além de descansar, que li muito pouco, de vagar e ainda não adiantei nadinha do blog... Fiquei só no celular o dia inteiro... Eu geralmente continuo a leitura por pior que ela seja. O livro tem que estar absurdamente chato para abandoná-lo. Mas apesar do blog ser uma fonte de prazer, ter que mantê-lo não deixa de ser uma obrigação, e muitas vezes eu me sinto obrigada a terminar determinada leitura, o que acaba um pouco com o prazer em ler. Parece que quanto menos tempo eu tenho para determinada leitura, mais rápido eu termino. Mas é que eu já sou enrolona mesmo para tudo. Não sei se com você acontece o mesmo. Acho que isso de se arrastar nas leituras é apenas uma fase, em breve você encontrará algum livro tão bom que não largará mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi a coisa mais esquisita do mundo. Durante as férias, quando eu tinha tempo de sobra, não aproveitei para ler ao máximo! Logo eu, que acho ruim ter menos tempo para ler por causa da faculdade... E ainda tem as vezes em que faço isso meio que de propósito. Se vejo que vou terminar o livro, mas na mesma semana já postei uma resenha no blog, fico incomodada que as duas sejam muito próximas uma da outra, e então fico "enrolando" para terminar. Administrar o blog e tentar planejar as coisas de forma que cada post fique atrativo tira um pouco a naturalidade daquilo que fazemos.

      Excluir
  2. Ah, isso acontece, ultimamente eu estou arrastando toda e qualquer leitura, mas é por falta de tempo, acabo demorando mais de uma semana para ler um livro de 300 páginas.
    Isso de leitura obrigatória também atrapalha, pois não dá para abandonar um livro que você precisa fazer a resenha, não é?! Eu tenho lido bem mais depois que comecei a resenhar para o blog, mas percebo que algumas leituras eu faço no automático, sabe? Sem parar e refletir, enfim, acredito que nas férias eu possa ler com mais calma.

    Beijos, Hel - Leituras & Gatices

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei da expressão que você usou, de leitura "no automático". É mais ou menos isso que acontece com certos textos da faculdade, ou então alguns livros que não estão me agradando muito, mas que eu insisto em terminar.
      Obrigada pela visita e pelo comentário!

      Excluir
  3. Eu não completei uma leitura se quer nas minhas férias. Foi tão chato nesse caso. Ler era o que eu menos pensava. Esse ano eu li 5 livros. Penso que é pouco, mas depois lembro que "Meu Deus!" Isso é mais que em todo o ano passado todo. Eu abandonei tantos livros na metade no ano passado que esse ano pretendo não fazer nenhuma vez. Lendo esse post, lembrei que eu estava lendo um livro poucos dias atrás, que tem suspense e eu estava super curiosa, porém demorei muito para terminar, não lia em casa apenas no trabalho. Foi estranho, gostei do livro, ele é fino, mas demorei um mês inteiro.
    Beijos
    www.livrosenerdices.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa! Acho que eu me sentiria péssima se estivesse abandonando tantas leituras! Espero que você se sinta mais conquistada pelos próximos livros que for lendo, e que eles voltem a despertar em você aquela vontade de ler até não aguentar mais.
      obrigada pela visita e pelo comentário. Um abraço!

      Excluir
  4. Oi, Lethycia!
    Bem, eu sou ALOKA dos livros e tenho muuuuuuuuuuuuuuitos não lidos na estante. Isso me deixa muito agoniada porque queria ter mais tempo para ler e decidir o que vou manter nela, o que vou doar, trocar ou sortear no blog, mas não tenho.
    Outra coisa que me agonia é ver que faltam muitas páginas pro livro acabar. Sei lá, deve ser algum tipo de TOC hahaha Dançando sobre cacos de vidro é um livro ÓTIMO mas que eu estava super demorando pra ler porque me irritava com o fato dele não terminar logo e deixava de lado. O que eu fiz? Baixei o ebook. Assim, sem ver o quanto faltava para concluir, terminei rapidinho. Sim, sou estranha kkkk

    Beijos,
    Kemmy - Duas Leitoras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Isso foi mesmo bem estranho, acho que nunca aconteceu comigo! Uma coisa que acontece de vez em quando é eu estar perto de acabar, faltando poucas páginas, e não terminar logo. Me irrita muito, e me deixa ansiosa! kkkkkkk
      Obrigada pela visita e pelos comentários lindos que deixou nos posts! <3

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Entre em contato conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Veja quem me segue:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...