Confira!


Conforme nós leitores vamos amadurecendo em nossas escolhas de leitura, nos interessando por determinados assuntos, pesquisando sobre temas abordados em livros ou sobre a literatura de determinadas nações, podemos ficar mais interessados nestes ou naqueles livros.
Enquanto antigamente eu escolhia os meus livros mais ou menos por acaso, vendo se a sinopse ou as primeiras páginas me agradaram, hoje eu já tenho outras formas de selecionar aquilo que quero ler e ir administrando minha lista de desejos. Um bom exemplo são os livros sobre a Segunda Guerra Mundial e sobre a Ditadura Militar no Brasil, ou cujas histórias acontecem nesses períodos históricos. Posso dizer que me interesso por (quase) qualquer livro que tenha uma dessas temáticas. Em certas ocasiões, saber a temática do livro foi decisivo para que eu quisesse lê-lo.
Mas existe também o interesse pela pessoa específica que escreveu o livro. Eu posso não saber nada sobre a história, mas se o autor é fulano, já fico interessada. Eu tenho a curiosidade de ler várias obras de determinados escritores, por diferentes motivos. E é sobre isso que vou falar hoje.


Quero ler tudo que eles escreveram!


Pois bem, esse é mais um post da Sessão 10, onde eu sempre faço listas com os mais variados assuntos. Hoje, vou falar para vocês um pouco sobre alguns dos escritores que estão entrando nos meus mais longos projetos de leitura ao longo da vida. E não é que quero ler um livro ou outro deles. Quero ler tudo aquilo que eu puder! Vale lembrar que aqui não existe uma ordem hierárquica na lista. Os livros estão organizados de acordo com a ordem que eu me lembrei. O post está cheio de imagens, então clique em cada uma para ampliá-las.

1- Stephen King
Stephen King.
Fonte: Reprodução. Good Reeds
Com 68 anos, ele é um dos mais famosos escritores americanos contemporâneos. King se destaca por seu grande talento na literatura de horror/terror. Ele possui numerosos livros publicados, sejam romances ou contos. Entre os mais conhecidos, estão: Carrie, a Estranha; O Iluminado; Cemitério Maldito; Misery - Louca obsessão; It - A Coisa; e Sob a redoma. É claro que existem também muitos outros títulos que conquistam milhares de leitores a cada dia.
Eu já ouvia falar muito dos livros dele em grupos de leitores, mas decidi ver resenhas de seus livros mais famosos pela grande curiosidade, e também porque ultimamente estou querendo muito me aprofundar nos gêneros horror/terror. Por que não começar pelos livros de um cara tão admirado, não é mesmo? A boa notícia é que já tenho 3 livros dele em mãos, e pretendo em breve ler um deles.
Além disso, também tenho muito interesse em um livro específico dele: Sobre a escrita. Eu soube por vídeo-resenhas que nesse livro ele conta sua própria experiência com a paixão pela escrita, e ao mesmo tempo escreve sobre técnicas de escrita. Nada melhor para quem sonha em ser escritora!


2- Agatha Christie:
Agatha Christie.
Fonte: Reprodução. Marie Claire
Este ano já fiz uma singela homagem a Agatha Christie, no dia em que sua morte completou 40 anos. Vou resumir um pouquinho o que escrevi sobre ela: em seus 85 anos de vida, sendo 56 de carreira como escritora, ela publicou mais de 80 livros. Seus personagens, Hércule Poirot e Mrs. Marple, estão presentes nessas numerosas histórias que até hoje encantam pessoas em todo o mundo. Ela possui 3 records no Guiness Book: de autora mais vendida no mundo; de peça teatral encenada há mais tempo; e de livro mais espesso do mundo.
Até o momento li apenas um livro dela, A Mansão Hollow. A leitura me impressionou muito, pela forma como ela construiu uma trama que é muito mais do que aparenta ser. O exemplar que li foi emprestado pelo meu namorado, e não tenho nenhum livro dela, e também não sei quando comprarei algum. Mas é como eu disse: estamos falando de um projeto para ser cumprido ao longo da vida...

3- Charles Dickens:
Charles Dickens.
Fonte: Reprodução. Wikipédia
Talvez lendo as resenhas que publico aqui no blog você já tenha percebido que certas vezes eu decido ler um livro por motivos bem estranhos. Se você ainda não notou isso, por favor, acostume-se, eu sou pessoa estranha.
Pois bem, vamos lá: depois de assistir ao vídeo da Tatiana Feltrin falando sobre o Conto de Natal, escrito por Dickens, eu fiquei muito curiosa. Depois, minha curiosidade aumentou ao ler um trecho bem grande do livro Imagens amadas, de João Batista de Brito, para a faculdade. Ao falar de cinema, o autor afirma que o cineasta D. W. Griffith se inspirou na literatura de Charles Dickens para sistematizar alguns procedimentos da linguagem cinematográfica. Lendo isso, imaginei que o tal do Dickens deveria ter escrito livros com narrativas realmente impressionantes, para exercer tremenda influência na sétima arte.
Os livros mais conhecidos dele são David Coperfield e Oliver Twist. Ainda não possuo nenhum dos dois, mas um dia possuirei. Já adquiri o Conto de Natal, mas ele está na lista da TBR, então não faço ideia de quando será lido. No vídeo que segue abaixo, a partir do minuto 4:57, eu falo um pouco sobre a edição que tenho deste livro.



4- Virginia Woolf:
Virginia Woolf.
Fonte: Reprodução. Wikipédia.
Coisas inesperadas podem acontecer na vida. Por exemplo, um colega de faculdade que você mal conhece te dar um livro de presente. Foi assim que adquiri As ondas, da Virginia Woolf, e li este livro devagar e com muita curiosidade. O que era aquela história que acontecia como se fosse constituída por vários monólogos feitos por cada personagem? O que era aquela sutileza, aquela sensibilidade da autora acompanhando a trajetória de cada um? A leitura simplesmente me maravilhou!
Nos últimos meses, adquiri mais dois livros de Wirgínia Woolf: A marca na parede e outros contos e também Orlando, sendo o último um de seus livros mais famosos.
Além de escritora, Virgínia Woolf foi também ensaísta e editora. Ela fez parte do período modernista, e se destaca como uma das principais escritoras do período entreguerras.

5- Umberto Eco:
Umberto Eco.
Fonte: Reprodução. Wikipédia.
O ano de 2016 está levando consigo algumas das personalidades mais brilhantes conhecidas atualmente. Umberto Eco morreu em 19 de fevereiro, aos 84 anos. Me lembro de ter visto a primeira referência a ele em um anúncio num ponto de ônibus, num dia em que eu voltava do curso de Espanhol. Se não me engano, era o Cemitério de Praga. Quando decidi pesquisar a sinopse do livro, fiquei impressionada. Mas naquela época eu quase não comprava livros; logo o cartaz foi do ponto de ônibus foi trocado, a acabei me esquecendo. Mas desde quando comecei a buscar por livros nas redes sociais, comecei a ouvir falar dele com cada vez ais frequência, e então o enredo de O nome da rosa começou também a me intrigar. Além de escritor, ele foi também filósofo, semiólogo, linguista e bibliófilo. E ser assim tão consagrado por sua obra é mais um dos motivos para que eu queira conhecer sua obra. Por enquanto, tenho interesse apenas nos livros literários, mas quem sabe algum dia decido explorar os teóricos?

6- Isabel Allende
Isabel Allende.
Fonte: Reprodução.
Isabel Allende é chilena, e considerada uma das principais escritoras da América Latina. Logo na publicação de seu primeiro romance, ela já alcançou destaque: A casa dos espíritos é a sua obra mais famosa. A ditadura militar do Chile, que afetou muito sua família, está retratada em suas obras.
Eu li um livro dela quando estava no Ensino Médio, o Zorro: começa a lenda, que reconta a história do herói mascarado criado em 1919 pelo escritor americano Johnston McCulley. Eu já era super fã dos filmes A máscara do Zorro (1998) e A lenda do Zorro (2005), ambos com Antonio Banderas no papel de protagonista. Adorei a história, mas na época não procurei por mais livros da autora.
Passei a ter curiosidade sobre ela algum tempo depois, quando comecei a explorar a coleção de DVD's do meu pai, e assisti ao filme A casa dos espíritos, de 1993, com Meryl Streep. Fiquei tão fascinada por aquela história, que decidi que algum dia precisaria ler o livro. Depois de assistir ao vídeo do Literatus TV sobre ela, fiquei ainda mais curiosa sobre as outras obras da escritora!


Antonio Banderas como Zorro.
Fonte: Reprodução.
Livro "Zorro: começa a lenda", de Isabel Allende.

7- José Saramago:
José Srramago.
Fonte: Reprodução. El Mundo.
José Saramago nasceu em 1922 e morreu em 2010. Ele escreveu seu primeiro livro aos 25 anos, o romance Terra do Pecado. Sua obra é conhecida pelo fato de que ele usava um estilo oral na escrita. Ele utilizava períodos longos e uma pontuação fora do convencional, além da ausência de travessão para a introdução das falas de seus personagens.
Descobri essas características da obra dele em uma aula de Português na faculdade, quando lemos um pequeno trecho do livro As intermitências da morte, e fiquei realmente impressionada, principalmente quanto à falta de travessões. Talvez eu possa me sentir incomodada com isso, mas será um bom desafio.
Ah, e se isso não foi motivo suficiente, que tal mencionar que (por enquanto) ele foi o único escritor de língua portuguesa a receber um Nobel da Literatura? Ele também foi responsável pelo reconhecimento internacional da prosa em língua portuguesa. Não é coisa que qualquer um faça, não é mesmo?

8- Cora Coralina:
Cora Coralina.
Fonte: Reprodução. Kd frases.
Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas usava o pseudônimo Cora Coralina para escrever e publicar seus livros. Nascida na cidade histórica Goiás (também chamada Cidade de Goiás ou Goiás Velho), antiga capital do Estado de mesmo nome. Ela foi contista e poetisa, e considerada uma das mais importantes escritoras brasileiras. Publicou seu primeiro livro aos 76 anos. Vivendo isolada dos grandes centros urbanos, e portanto, sem tomar conhecimento dos modismos literários da época, ela tinha seu próprio estilo de escrita, e seus poemas estão carregados de referências folclóricas e retratos da vida no interior. Sua pouca escolaridade também influenciava sua escrita: ela priorizava a mensagem que escrevia ao invés da forma.
Eu nunca li nenhum livro dela. Moro em Goiânia, mas não nasci aqui, e sim em Brasília. Quando vim morar aqui, comecei a me dar conta de que não sabia praticamente nada sobre a história, geografia e cultura de Goiás e de Goiânia. Eu não sabia, por exemplo, sobre o acidente radiológico do Césio 37 (1987), que é considerado o maior acidente radioativo do Brasil e o maior do mundo ocorrido fora de usinas nucleares.
Já que estou vivendo aqui, por que não conhecer melhor o mundo que me cerca? Além disso, Cora Coralina é um dos nomes mais importantes da escrita em Goiás, e sua obra é muito premiada.

9- Luis Fernando Verissimo:
Luis Fernando Verissimo.
Fonte: Reprodução. Estúdio Cafeína.
Luis Fernando Verissimo é escritor, humorista, cartunista, tradutor, roteirista de televisão, autor de teatro, romancista e músico. Filho de Érico Verissimo, ele tem mais de 60 obras publicadas e é atualmente um dos maiores escritores brasileiros. Ele também já teve colunas em vários jornais e revistas brasileiros. É conhecido por ser um exímio cronista e humorista.
Embora eu tenha lido vários livros do pai dele, nunca li um livro de Luis Fernando. Já li algumas crônicas dele, e certa vez, na escola, dei algumas gargalhadas em plena biblioteca enquanto folheava o livro Mentiras que os homens contam. Creio que quando estamos começando a ler, descobrir uma história divertida, simples e engraçada é uma boa forma de irmos nos apaixonando pelo leitura. Então, por que não tentar resgatar esse encanto pelo simples, pelo divertido?

10- Clarice Lispector:
Clarice Lispector.
Fonte: Reprodução. 
Nascida na Ucrânia, trazida ao Brasil por seus pais ainda bebê e depois naturalizada brasileira, Clarice Lispector é uma das escritoras de mais destaque no movimento modernista brasileiro. Ela estudou Direito, e se consagrou como uma grande escritora, contista, jornalista e ensaísta brasileira, além de ter trabalhado como tradutora. A crítica a considera como uma dos principais autores brasileiros do século XX. Suas principais obras são Perto do coração selvagem, A paixão segundo G.H., Laços de família e A hora da estrela.
Meu primeiro contato com Clarice Lispector foi quando ganhei um exemplar de A hora da estrela, como incentivo para ler autores brasileiros e me inspirar em suas obras na hora de escrever minhas próprias histórias. Achei aquele livro todo esquisito, sem divisão em capítulos, a história toda contada assim sem mais nem menos, aquele narrador-personagem maluco, aquela protagonista que não queria nada da vida. Reli o livro duas vezes, uma aos 17 anos, e outra recentemente, quando deixei uma resenha aqui no blog, e nessas duas releituras, passei a enxergar aquela história de um jeito completamente diferente da primeira vez. A escrita dela é tão profunda, que eu acredito que ainda não entendi completamente o livro, e preciso relê-lo mais vezes.
Outra experiência lendo Clarice foi com um conto cujo nome não me lembro, em que ela contava a história de uma galinha que seria morta para o almoço de uma família. Percebendo o perigo que corria, a galinha fugia de todos da casa que a perseguiam pelo quintal, até que em determinado momento, parou, e botou um ovo. As pessoas que até então pretendiam almoçá-la, decidiram deixá-la viva, porque afinal, ela agora era mãe. Fiquei tremendamente surpresa com a sensibilidade dessa história, sobre algo aparentemente tão insignificante.
A escrita de Clarice é para mim um mistério, e eu me proponho a ler e reler seus livros quantas vezes forem necessárias, como um desafio de amadurecimento.

Esses foram apenas alguns dos escritores que pretendo conhecer bem (ou conhecer melhor), e que me despertam curiosidade por saber que são tão admirados. É claro que eu poderia listar muitos outros, mas só podem haver 10 itens numa lista da Sessão 10.
E você? Já leu livros de alguns deles? Se sentiu intrigado com os meus motivos? Ou se sentiu inspirado a conhecê-los também? Conta pra mim!

Por: Lethycia Dias.

12 Comentários

  1. Que bacana a sua lista! Sou apaixonada por Agatha Christie, mas li apenas metade de tudo o que ela escreveu... é tanta coisa! Stephen é fantástico, comecei a me aventurar apenas este ano... Clarice e Luis Fernando li apenas uma obra de cada... Mas essa sua lista me fez querer ler todos eles com um pouco mais de determinação rs... Obrigada!

    http://www.leiturasecomidinhas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bia!
      Eu já ouvi falar tão bem de todos eles, que fico morrendo de vontade de sair lendo tudo que vejo pela frente. Quando vou comprar livros, fica até difícil de decidir... Estou lendo "O Iluminado" e simplesmente adorando! Em breve vai ter resenha!

      Excluir
  2. Olá!!
    Stephen também está na minha lista. Nunca li nada do gênero e morro de curiosidade.
    Li apenas um livro da Clarice e gostei bastante, espero ler outros dela.

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Finalmente parei de resistir à tentação, e vim ler "O Iluminado", e estou adorando. Já me sinto ansiosa para a resenha, e para avançar nas próximas leituras!

      Excluir
  3. Eu adoro esse tipo de post! Tenho vontade de ler algo ou mais alguma coisa de todos os escritores citados. Eu tenho um motivo mais estranho para querer ler livros: se eu acho o nome do autor bonito ou o título legal eu me interesso, e já entra na lista antes mesmo de ler a sinopse (sim, eu sou maluca). Já estava com saudades da Sessão 10!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também estava com saudade! Se não me engano, fazia mais de um mês desde o último post nessa coluna...
      Nossa! Isso é bem estranho mesmo! Acho que alguns títulos já me chamaram bastante atenção, mas não me lembro de ficar reparando se era bonito ou não kkkkk.

      Excluir
  4. Com exceção dos livros de terror, aprecio todos os outros e já li muitos aqui citados.
    Parabéns pelo blog ! Continue...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal, Tereza!
      Acho que você é nova aqui no blog, então desejo que seja bem-vinda e sinta-se à vontade ara explorar o conteúdo. Eu espero mesmo me surpreender muito com todos esses escritores. Obrigada pela visita e pelo comentário!

      Excluir
  5. Gostei da sua lista, já li king, isabel e agatha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Waldryano!
      Fico feliz que tenha gostado. Seja bem-vindo ao blog!

      Excluir
  6. Adorei tua lista. Stephen King, Clarice Lispector, Agatha Christie. Muita coisa boa para ler. Aproveite!
    Abraços
    Blog do Ben Oliveira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ben. Fico feliz que tenha gostado! Seja bem-vindo ao blog.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Entre em contato conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Veja quem me segue:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...